segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

**VOU TENTAR ESQUECER QUEM NÃO ME QUIS**



Belíssimo mote. A glosa é algo que encaixa perfeitamente. Aliás, welton é um dos poucos poetas que conheço que mais domina esses temas voltados para dramas de amores perdidos.
Seus versos nos atraem para meditar, e nesse ato, nos identificamos com suas próprias experiências expressas em poesia. É uma “viagem poética”, Parabéns amigo. Sucesso.
(Paulino Neto)


Mote:Mariana Teles
Glosa:Welton Melo


Vou tentar esquecer cada momento
de amor que vivi nos braços dela
me envolvendo de vez com outra donzela
que consiga acolher meu sentimento
vou tentar refazer meu juramento
mesmo até que não seja tão sincero
mas irei conseguir e eu espero
arrancar do meu peito a cicatriz
vou tentar esquecer quem não me quis
dando amor sem vontade a quem não quero


Vou tentar esquecer meu sofrimento
enxugando meu pranto em ombro alheio
e descobrindo que dentro de outro seio
posso achar um amor de cem por cento
se preciso eu invento um sentimento
e presenteio um alguém que eu considero
finjo amar quem não amo e exagero
ao dizer que com ela eu to feliz
vou tentar esquecer quem não me quis
dando amor sem vontade a quem não quero


vou provar que eu posso novamente
me envolver com uma dama de respeito
e arrancar para sempre do meu peito
esse amor que carrego ultimamente
vou mostrar que se hoje no presente
quando a vejo passar me desespero
no futuro revendo-a só espero
que por ela eu não sinta nem um triz
vou tentar esquecer quem não me quis
dando amor sem vontade a quem não quero


tentarei dar carinho e dar conforto
muito embora eu não teja confortado
tentarei enterrar no meu passado
uma amor que ainda não ta morto
se preciso abortar,pratico aborto
e mato a força essa imagem que venero
só não vou me humilhar e nem tolero
que critiquem as loucuras que já fiz
vou tentar esquecer quem não me quis
dando amor sem vontade a quem não quero


vou tentar viajar pras capitais
e de lá cumprirei a minha pena
tentarei encontrar outra morena
que a daqui do sertão,não me quis mais
vou tentar não olhar tanto pra trás
pois a máquina do tempo eu mesmo opero
e a quem eu jurei amor sincero
vou cortar esse mau pela raiz
vou tentar esquecer quem não me quis
dando amor sem vontade a quem não quero

3 comentários:

  1. como sempre vc arrasa poeta, dor de amor
    machuca faz doer, sofrer chorar ( cara véia)
    sonia

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Sou mais um que nesta terra de poetas não sei se sou Poeta ou Louco,mas depois de ter me banhado nesse rio de versos posso afirmar com toda certeza que nem todo louco é poeta mas que todo poeta é completamente louco; Loucura essa que o faz ver a vida com outros olhos. Dêem Viva o Verso! Visitem meu blog: vivaoverso.blogspot.com